Quais são as escalas utilizadas no jazz?

Quais são as escalas utilizadas no jazz?

Com a prática, em pouco tempo você estará improvisando em qualquer escala sem a maior dificuldade.



escalas utilizadas no jazz
Imagem: guitarpedia.com.br

 

Quais são as escalas utilizadas no jazz? É uma dúvida bem comum entre os músicos que querem aprender a tocar esse estilo musical.

Hoje vamos estar esclarecendo sobre isso e também sobre algumas dúvidas que surgem na hora de improvisar nesse estilo musical e que podem deixar os iniciantes confusos.

 

Quais são as escalas usadas no jazz?

Não falaremos aqui sobre o estilo jazz em si, para isso nós temos um artigo abordando sobre a história do jazz no Brasil. O foco aqui é falarmos sobre a guitarra jazz e também sobre o jazz no teclado e quais as escalas utilizadas no jazz para criar solos e improvisar nesse estilo.

O jazz é um estilo musical que se originou em Nova Orleans e é caracterizado, principalmente, pelo uso de solos improvisados que seguem um tema (ok, já entendemos que o foco é improviso).

Muitos acham que existem escalas especificas de jazz, contudo, isso se trata de um grande equívoco. Pois praticamente qualquer escala musical pode ser utilizada no jazz.

Mas, no caso do jazz fusion ou blues jazz, por exemplo, que são uma variação do jazz se misturando com outros estilos musicais, existem escalas específicas para solar ou improvisar nesses estilos.

 

Porém…

Mesmo que qualquer escala possa ser utilizada no jazz, existem algumas que são feitas exclusivamente para esse estilo, como as que iremos mostrar a seguir.

O primeiro exemplo é a escala bebop, mesmo ela sendo uma escala voltada para o jazz em específico, ela é constituída de cromatismos, logo, podemos concluir ela é fundamentada na escala cromática.

Outro exemplo é a escala bebop maior, que é semelhante a escala maior, porém possui uma alteração, ou melhor dizendo, possui um acréscimo de uma quinta aumentada, veja um exemplo abaixo:

Escala maior natural: C – D – E – F- G – A – B

Escala bebop maior: C – D – E – F- G – G# – A – B

 

Dica importante

A grande maioria dos músicos de jazz não utilizam uma escala para improvisar no jazz, mas eles fazem uso de progressões harmônicas e improvisam sobre elas. Isso significa que, partindo de um acorde ou progressão, você pode utilizar qualquer modo (lídio, mixolidio, dórico) que se relacione com os acordes utilizados, por exemplo:

– Se você tiver uma progressão com V – I – III (progressão maior) seria possível usar o modo de V mixolídio ou V diminuta ou mesmo o modo I maior (pois nossa progressão é maior).

Logo, você não se prende a uma escala, mas sim a uma base e, nele, poderá incluir as escalas que melhor se encaixam.

 

Escalas que melhor se encaixam na guitarra jazz ou teclado

Ok, vimos até aqui que as escalas utilizadas no jazz pode ser qualquer uma. No entanto, existem algumas escalas que podem te ajudar a tocar suas primeiras músicas nesse estilo com mais facilidade. A seguir estaremos mostrando algumas delas.

Mas antes, um aviso: conforme você for praticando, poderá escolher suas próprias escalas favoritas para tocar jazz.

– Escala de blues: a escala de blues é uma das que você pode usar para improvisar no jazz, inclusive, há 3 aulas gratuitas na Guitarpedia com o professor e guitarrista Djalma Lima sobre o blues no jazz, confira clicando no link.

Escala menor harmônica: essa é uma das escalas utilizadas no jazz e ela é semelhante a escala menor natural, tendo apenas uma alteração no seu sétimo grau (em vez de ser menor ele fica maior nesse caso);

Escala diminuta: outra das escalas utilizadas no jazz é a escala diminuta. Ela é conhecida como uma escala simétrica (em breve estaremos explicando o que é uma escala simétrica ou escala assimétrica).

Não existe outro meio, é importante que você pratique todos os dias para dominar as escalas. E no caso de tocar jazz na guitarra ou teclado, é importante o conhecimento e domínio das escalas no seu instrumento para conseguir criar solos e improvisar.

Com a prática, em pouco tempo você estará improvisando em qualquer escala sem a maior dificuldade.

Lembrando mais uma vez que as escalas utilizadas no jazz são qualquer uma, mas você pode estar fazendo uso dessas que citamos, pois são mais fáceis de serem executadas para quem está começando a improvisar nesse estilo musical.




Veja Mais

Melhores - Abril 2019

Melhores - 01/05/2019 09:09



Siga-nos

Destaques

Nenhuma postagem encontrada.

Parceiros

Publicidades



X1MUSIC.COM | Todos os direitos reservados
contato@x1music.com / (84) 9 9839-3580